Relatório 03 – “Atenção psicossocial de crianças e adolescentes no estado do Rio de Janeiro: distribuição regional dos CAPSi, lacunas, desafios e perspectivas.”

Relatório 03, versão 01 (06/08/2020) – “Atenção psicossocial de crianças e adolescentes no estado do Rio de Janeiro: distribuição regional dos CAPSi, lacunas, desafios e perspectivas.”

Por meio deste Relatório Técnico nº 03, o coletivo da Frente Estamira busca refletir sobre a atenção psicossocial para a infância e adolescência no estado do Rio de Janeiro a partir do levantamento sobre a distribuição de CAPSi em funcionamento, identificando impasses e desafios, assim como apontando possíveis caminhos, estratégias e perspectivas para o enfrentamento de lacunas e barreiras neste campo.

Versão atualizada 01/10/2020 R3 v02

O que pensam os trabalhadores, usuários e familiares dos CAPS

Relatório nº 01/2020

O Relatório nº 01/2020 consiste em um levantamento preliminar
sobre o funcionamento dos CAPS no Estado do Rio de Janeiro
(ERJ), segundo a percepção dos inscritos no I Congresso de CAPS
do ERJ. O Congresso, realizado em dezembro de 2019 no Instituto
de Psiquiatria da Universidade Federal do Rio de Janeiro
(IPUB/UFRJ, reuniu sessenta e três (63) dos noventa e dois (92)
municípios do estado e contou com a inscrição de mais de 700
pessoas. Os dados aqui apresentados tiveram como fonte as
informações preenchidas no Formulário de Inscrição/FormSUS pelos
768 inscritos no Congresso e, além de identificar o perfil do
público do evento, o relatório também traz análises e
informações referentes à percepção desse público no que se
refere ao trabalho dos CAPS e ao funcionamento da rede de saúde
mental no ERJ. Não temos aqui um perfil da rede da CAPS do
estado, mas um consolidado do ponto de vista expresso por seus
trabalhadores, usuários e familiares.

https://drive.google.com/file/d/1nV6M3hBCE1nIOgWn6gIk1Uwj60C1RBPC/view?usp=sharing