Comunicado Importante

Companheiras e companheiros da Frente Estamira de CAPS – Resistência e Invenção. A organização do Primeiro Encontro Regional da Frente Estamira está bastante adiantada em quase todas as 9 regiões do Estado. Isto mostra que estamos conseguindo, coletivamente, construir e sustentar esta estratégia de luta e mobilização em defesa da atenção psicossocial. Entretanto, as informações mais recentes sobre a pandemia do Corona-vírus nos obrigam a repensar nosso planejamento original, e adiar a realização presencial dos encontros no mês de março. A orientação dos órgãos de vigilância sanitária do SUS, seguindo recomendações da OMS e analisando a situação brasileira, é de que se faça um esforço coletivo, de âmbito nacional, sob a liderança do SUS e participação de toda a comunidade, para RETARDAR A DISSEMINAÇÃO DA PANDEMIA em nosso país. Isto implica tomar medidas para diminuir a circulação e contato entre as pessoas, temporariamente, tendo em vista que as formas de disseminação do vírus se dão de pessoa a pessoa, especialmente em aglomerações, e através de contatos interpessoais muito rápidos, como um aperto de mãos. São características desta nova doença do planeta sua disseminação mais rápida e em maior escala do que a gripe comum e epidemias anteriores, como o H1N1. Portanto, a recomendação de limitar atividades presenciais, reduzir a circulação de pessoas, buscar permanecer o maior tempo possível em suas próprias casas, é a medida mais importante para as próximas 3 semanas. A estratégia para lidar com o COVID-19 será atualizada a cada dia, e recomendo que todos se informem, preferencialmente nas páginas oficiais do SUS (secretarias municipais e estaduais e Ministério da Saúde), e em documentos técnicos de órgãos como a FIOCRUZ (vejam o link abaixo). A qualidade e confiança nas informações é essencial, e nós, profissionais de saúde, temos o dever de manter a população adequadamente informada. Pelo que se sabe até o momento, com base nos dados oriundos dos países mais gravemente afetados pela pandemia, como China, Coréia do Sul, Irã e Itália, e em estudos que estão se desenvolvendo intensivamente em todo o mundo, podemos informar à população que: 1) em 80% dos casos, a infecção pelo Corona-vírus produz um quadro semelhante à gripe, com febre, tosse, coriza, com evolução benigna e recuperação muito rápida (2 semanas); 2) entretanto, em 20% dos casos, pode haver uma evolução para problemas respiratórios e pulmonares, necessitando cuidado hospitalar; destes 20%, 5% (do total de casos) são quadros graves, e vão precisar de internação e assistência ventilatória em UTI; por isso, a grande preocupação é acerca da capacidade do nosso sistema de saúde para dar conta de um provável aumento da demanda para internações; 4) todas as pessoas que tiverem um resfriado devem buscar permanecer em casa, tomando medidas de diminuição do contato, até o desaparecimento dos sintomas gripais; se não ocorrer piora do quadro, não há necessidade de buscar os serviços de saúde: caberá ao SUS local e estadual desenvolver mecanismos de monitoramento desses pacientes, com base em protocolos que já vêm sendo elaborados; 5) nós, profissionais de saúde mental, temos uma tarefa decisiva a desenvolver, para lidar com toda a situação de estresse social que uma situação grave como esta provoca na população, além do sofrimento mental dos profissionais de saúde envolvidos no cuidado. Mas sobre isto a Frente Estamira vai buscar construir um debate específico, dialogando com todos os profissionais e pesquisadores da saúde pública, visando produzir uma orientação útil para profissionais, usuários e familiares dos CAPS (nossa tarefa urgente). Finalmente, se estamos sendo obrigados a suspender encontros presenciais, é importante colocarmos nossa criatividade em ação para realizar o Primeiro Encontro da Frente Estamira de forma não-presencial, utilizando os recursos de comunicação à distância (vamos pensando como fazer). Um grande abraço a todas e todos, vamos ficar em contato permanente.

Pedro Gabriel Delgado

Nota

A Frente Estamira de CAPS se solidariza e apoia o movimento dos trabalhadores da saúde no município do Rio de Janeiro e vem, por meio desta nota, informar que participará da reunião que irá debater a grave situação da saúde na cidade. A reunião será no dia 18/02/2020 (próxima terça-feira), às 16h, na Universidade Federal do Rio de Janeiro, campus da Praia Vermelha (sob ameaça de alienação imobiliária), no auditório Leme Lopes do Instituto de Psiquiatria (IPUB).

CRIADA A COMISSÃO DE ARTICULAÇÃO ESTADUAL DA FRENTE ESTAMIRA

                     

Com a finalidade de mobilizar e articular os trabalhadores, usuários e familiares das diversas regiões, foi constituída uma Comissão de Articulação Estadual. Em cada região, os coordenadores regionais são os mesmos que ajudaram na mobilização para o Congresso de CAPS de dezembro de 2019.

Uma das primeiras tarefas dessa comissão é iniciar a mobilização para o I Encontro Regional da Frente Estamira de CAPS, a ser realizado, em cada uma das nove regiões do estado, na segunda quinzena de março.

A realização de encontros regionais foi uma das deliberações da Plenária Final do Congresso de CAPS.

Veja abaixo os componentes de cada comissão:

BAIXADA LITORÂNEA

Coordenação: Júnia Prosdocimi (Cabo Frio) – jprosdocimi@terra.com.br

Composição: Rosemary Calazans (São Pedro da Aldeia) – rosemarycalazans@gmail.com

                      Wilson Zózimo (Arraial do Cabo) – wilsonzozimo@hotmail.com

                      Dominique Lenz (Cabo Frio) – dominique.lenz@gmail.com

                      Renata Figueiredo (Cabo Frio) – refigueiredo74@gmail.com

CENTRO-SUL

Coordenação: Olivia Miranda (Mendes) – oliviabmiranda@gmail.com

Composição: Mariana Portugal (Mendes)

                      Ricardo Protêncio (Paracambi) – ricardoprotencio@yahoo.com.br

MÉDIO PARAÍBA

Coordenação: Lilian Costa (Barra do Piraí) – lilcosta@hotmail.com

Composição: Barbara Guidoreni (Resende) – barbara_guidoreni@gmail.com

                      Edna Candido (Volta Redonda)

                      Ana Paula (Piraí)

METROPOLITANA I – Baixada Fluminense

Coordenação: Camille Figueiredo – camillefigueiredoo@yahoo.com.br

Composição: Sâmia Beatriz (São João de Meriti) – psicologasamiabeatriz@gmail.com

                      Ueslei Carneiro (Mesquita) – uesleisolaterrar.17@gmail.com

                      Sebastiana Andrade (Nova Iguaçu) – scostandrade@bol.com.br

                      Danilo Silva (Caxias) – drdanilosilvapsq@gmail.com

METROPOLITANA II

Coordenação: Bárbara Marins – barbara.smarins@gmail.com

Composição:  Juliana (Silva Jardim) – rapssilvajardim@gmail.com

                       Tatiana (Niterói)

                       Vinicius (São Gonçalo)

                       Sabrina (Itaboraí)

NOROESTE

Coordenação: Adriana Ruback – adriana_ruback@hotmail.com

Composição: Allan de Aguiar (Santo Antônio de Pádua) – allandeaguiar@gmail.com

                      Wanessa Gonzaga (Itaocara) – aswanessagonzaga@gmail.com

NORTE

Coordenação: Camila Butinholli – camilabutinholli@oi.com.br

Composição: (a ser definida)

SERRANA

Coordenação: Bethânia C. Caetano da Silva – bethaniacaetano257@gmail.com

Composição: Marise Gama Corrêa Lutterbach – marisegcl@gmail.com

                      Patrícia Gula – patriciagula2019@gmail.com

                     

Saudações!

Rio, 26 de dezembro de 2019

Caras/os companheiras e companheiros da Frente Estamira de CAPS: Resistência e Invenção,
Desejamos que aproveitem bastante este período de festas e congraçamento, e que tenhamos todo um ano de 2020 de muita resistência, invenção e, sobretudo, solidariedade na luta pela democracia, direitos sociais e defesa do SUS.
Após o recesso de fim de ano, vamos enviar a todos um Relatório Final do nosso Congresso de CAPS do Estado do Rio de Janeiro, contendo as deliberações propostas nas plenárias regionais e na plenária final. Temos uma agenda estratégica a implementar, já a partir de janeiro de 2020.
Tivemos 562 participantes presenciais no Congresso, além dos inúmeros colegas que se inscreveram, mas não puderam participar. Podemos considerar que nossa Frente Estamira de CAPS começa bastante forte.
Os grupos regionais que participaram da organização coletiva do Congresso devem se manter organizados. Alguns desses grupos já estão mudando sua denominação para Frente Estamira de CAPS, seguida do nome da região, e esta é uma boa sugestão para todas as regiões. Temos que manter nossa articulação, que começa pelo compartilhamento de informações entre nós.
Os certificados referentes aos trabalhos apresentados serão enviados em janeiro, e todas as dúvidas devem ser resolvidas com a organização do Congresso, por email.
A partir da segunda semana de janeiro já estará no ar o portal da Frente Estamira de CAPS – Resistência e Invenção, e um canal no YouTube. Outras formas de comunicação entre os participantes da Frente Estamira, nas diversas regiões, podem ser pensadas.
Feliz Ano Novo para todas e todos !
Comissão Organizadora do Congresso de CAPS do Rio de Janeiro
Frente Estamira de CAPS – Resistência e Invenção